Bypass Gástrico, 2 ano e meio depois!

Para quem tem excesso de peso e se submete a uma cirurgia de bypass gástrico, muitas são as dúvidas que ecoam numa primeira fase. Antes do processo há que analisar os prós e contras de um processo que implica a redução do estômago.

Passei por este processo há dois anos e meio e o meu organismo sempre funcionou de maneira diferente da maioria das pessoas submetidas a esta cirurgia. Sai do hospital com 2 dias de operada, segui a dieta à risca nos primeiros três meses e perdi muito peso, até porque nesta fase só bebemos líquidos e comida pastosa.

Quando voltei a comer o meu organismo aceitava todo o tipo de comida e passados seis meses comecei a comer um bolinho aqui, uma bolachinha ali. Bem, sem me aperceber voltei a comer como antigamente, mas em menor quantidade. Nunca me senti mal com a comida e isso fazia com que comece de tudo.

No total perdi 40kg com a cirurgia e hoje, passados dois anos e meio, recuperei 20kg. Com isto não quero dizer para não serem operadas ou que fiz a escolha certa ou errada, mas apenas mostrar que não existe tratamento para a obesidade e que nada é para sempre.

Bem, no meu caso engordei 10kg nestes dois anos e meio e mais 10kg em apenas um mês devido a um comprimido para a ansiedade que tem esse efeito secundário. Ainda vou correr atrás do prejuízo para perder 10kg no próximo inverno, com natação e idas ao ginásio.

Não estou insatisfeita, até porque peso menos 20kg do que quando fui operada e isso ainda é muita coisa, mas claro que procuro sempre  mais para me sentir melhor. Procuro o melhor de mim.

2 thoughts on “Bypass Gástrico, 2 ano e meio depois!

  1. Geralmente, os processos de perda de peso não são fáceis. Por outro lado, há muitos medicamentos que também nos fazem ganhar peso. É uma luta diária.

  2. a cirurgia não faz milagres por si só e como em tudo é necessário um grande espirito de sacrifício.
    eu não sou apologista de dietas e como tudo o que me apetece, embora tenha excesso de peso ( 70 kg com 1.60 m e 47 anos)
    natação, ginástica, dança e ioga são sempre bons para manter o corpo em movimento, ajudar a emagrecer, mas também me ajuda a manter um olhar positivo para a vida.
    a felicidade está dentro de nós e não no olhar dos outros
    beijinhos

Responder a Fatima Goncalves Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *