Coronavirus, a nova epidemia

Chama-se coronavírus e está a causar o pânico ao redor do planeta. O novo vírus surgiu na China, uma das maiores potencias mundiais, onde já infetou mais de 2 mil pessoas. Apesar do esforço das autoridades chinesas para isolar locais de maior propagação, este vírus já chegou a 13 países e nas próximas semana deverá chegar a muitos mais, até porque este surto ocorre por ocasião do Ano Novo Chinês, altura em que muitos emigrantes regressam à China, bem como curiosos pela cultura asiática.

A Comissão Nacional de Saúde da China anunciou este domingo que o novo coronavírus é contagioso mesmo durante o período de incubação (quando ainda não há sintomas), que pode durar até 14 dias. É uma das características que torna difícil a contenção do vírus que já matou 56 pessoas na China e infectou mais de 2000 em todo o mundo.

Os sintomas associados à infecção causada pelo novo coronavírus são mais intensos do que uma gripe e incluem febre, dor, mal-estar geral e dificuldades respiratórias. Embora não exista cura ou vacina, cuidados médicos podem ajudar o sistema imunitário dos doentes a lutar contra o vírus.

Em Portugal ainda não foram registados casos desta epidemia víral, mas o Governo está em alerta máximo e sempre que surgirem sintomas suspeitos, sabemos que os doentes serão encaminhados para o Hospital Curry Cabral, em Lisboa, onde ficarão em isolamento até fazerem os exames necessários para perceber se o vírus realmente chegou a Portugal.

4 thoughts on “Coronavirus, a nova epidemia

  1. Acho que deviam era proibi-los de viajar! Não sei como não pensaram nisso em primeiro lugar ! Esta a espalhar-se pela Europa tamos f*****!😱😱😱😷😷😷

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *