Avon acaba com testes em animais

A Avon anunciou no final de 2019 que deixou de testar os seus produtos em animais em todas as suas empresas. Há vários anos que a marca já tentava proibir os testes em animais nos cerca de 100 países onde comercializa os seus produtos, mas em alguns, como a China, este tipo de procedimentos eram requeridos por lei.

A marca de beleza já tinha suspendido os testes em animais há várias décadas, mas só em alguns países (como o Brasil e Portugal), mas só agora conseguiu fazê-lo de uma forma global. “Em Junho de 1989, a Avon anunciou que não iria testar produtos em animais e que também não o faria em testes realizados fora dos nossos laboratórios. Agora, demos um passo significativo para interromper imediatamente todos os testes em animais na China, algo que só foi possível através da realização de uma série de investimentos que incluem o afastamento de produtos que exigem testes, a inovação em novos produtos e a expansão para canais de distribuição alternativos”, justifica a empresa em comunicado. Ao mudar a formulação de alguns produtos, foi capaz de “fugir” aos testes obrigatórios impostos pelas leis chinesas.

Com esta mudança, a empresa passa a integrar a lista de marcas que “estão a trabalhar para mudanças de regulamento” da PETA (People for the Ethical Treatment of Animals), associação mundial de defesa dos animais conhecida por expor as marcas que testam em animais.

5 thoughts on “Avon acaba com testes em animais

  1. Finalmente! Acho muito bem que tenham acabado de testar os seus produtos em animais, até porque não há nada melhor que usufruir dos produtos com o que a natureza nos dá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *