As pérolas da minha namorada || conceitos básicos de biologia

As doze badaladas tocam anunciando um novo ano e com ele o habitual conjunto de promessas de mudança. No entanto, o que é bom é para manter e por isso estão de volta as pérolas do ser iluminado que habita comigo e que me aquece os pés à noite.

Numa destas manhãs, aproxima-se a Rita com o ar de quem ganhou o Euromilhões e diz-me:

– Amor, ao almoço irei fazer umas sandes de frango!

À primeira vista poderão pensar os meus caros leitores que não é grande iguaria, mas se pararem para pensar muitas pessoas vão comer sandes de frango a sítios como a Pans&Company  e saem de lá saciados e deliciados. Seguindo essa linha de raciocínio aguardei ansiosamente pelo almoço.

Os pratos chegam à mesa e reparo que as ditas sandes de frango, na verdade eram de ATUM e ao questionar a minha doce companheira sobre o sucedido responde-me esta:

– Pois é atum, mas é parecido… São todos da família das sandes.

Apesar de um frango estar numa capoeira e do atum estar em meio aquático, a Bióloga que dorme comigo considera que a classificação dos seres vivos por famílias e reinos deve ser feito com base na sua finalidade gastronómica.

Estudantes de Oxford discutem atualmente aquilo que na ciência se denomina como o “paradoxo do frango da senhora vesga”, que afirma que o frango tanto pertence à família das sandes como do cozido à portuguesa.

Despeço-me na esperança que em breve a minha noiva faça um esclarecimento público sobre a família do frango para acalmar as mentes académicas.

6 thoughts on “As pérolas da minha namorada || conceitos básicos de biologia

  1. Ahahahahaha fome nao passou é o ke interessa, tem muita sorte de ter alguém a fazer.lhe o almocinho… 😂
    O que conta é a intenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *