#duvidas3 || Consumo mínimo em espaços noturnos é legal?

Sim, é possível impor um determinado consumo ou despesa mínima obrigatória para entrar num determinado espaço. E, sim, de acordo com a lei, é possível que esse “mínimo” seja, por exemplo, de 250 euros.

O consumo mínimo é uma regra privativa do estabelecimento, mas o consumidor tem o direito a ser informado do preço. Em estabelecimentos onde se vendem bebidas, esta informação deve ser devidamente disponibilizada, afixada num painel, no exterior.

No artigo 134.º, nº 1, alínea e) do Decreto-Lei nº 10/2015, de 16 de janeiro, encontra-se estabelecida a obrigatoriedade de junto à entrada dos estabelecimentos de restauração ou de bebidas, ser afixado em local destacado e por forma bem visível do exterior do estabelecimento, a indicação de que é exigido consumo ou despesa mínima obrigatória, no caso dos estabelecimentos de bebidas com salas ou espaços destinados a dança ou espetáculo.

Assim, é permitido estabelecer o consumo mínimo nos estabelecimentos de bebidas que possuam salas ou espaços destinados a dança ou com espetáculo, sendo, no entanto, obrigatório publicitar essa determinação de forma a informar os consumidores desse condicionalismo e do respetivo valor a cobrar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *