Leitura || As Dez Figuras Negras de Agatha Christie

Alô meninas,

Apesar de adorar um bom livro, os últimos meses – ou anos – não têm sido favoráveis à leitura. Mas no último mês precisava que algo me ocupasse uns tempos ‘mortos’ que tinha no trabalho e nada melhor do que um livrinho para passar o tempo com qualidade.

Confesso, tenho centenas de livros, mas tinha um certo fascínio pela Agatha Christie e, imaginem só, tenho quatro livros dela na minha biblioteca.

Escolhi “As Dez Figuras Negras“, que é um policial, um bom policial repleto de mistério.

Curiosas?

Dez desconhecidos, que aparentemente nada têm em comum, são atraídos pelo enigmático U. N. Owen a uma mansão situada numa ilha da costa de Devon – a Ilha do Negro. Durante o jantar, a voz do misterioso anfitrião soa através de uma gravação e acusa cada um dos convidados de esconder um segredo terrível. Cada um dos convidados para a Ilha do Negro cometeu um crime e deverá ser punido por isso. Nessa mesma noite o castigo começa e um deles é assassinado. Ninguém sabe quem é o seu anfitrião, mas após vasculharem a ilha e inspeccionarem todos os lugares, os sobreviventes apercebem-se que o assassino está entre eles e que se prepara para os matar a todos, um a um, de acordo com a lenga-lenga que se encontra em cada um dos quartos:

“Dez meninos negros foram jantar;

Um engasgou-se e sobraram nove.

Nove meninos negros deitaram-se muito tarde;

Um dormiu de mais e sobraram oito.

Oito meninos negros foram viajar pelo Devon;

Um disse que por lá ficava e sobraram sete.

Sete meninos negros foram cortar lenha;

Um cortou-se em dois e sobraram seis.

Sei meninos negros brincaram com uma colmeia;

Um abelhão ferrou um e sobraram cinco.

Cinco meninos negros seguiram a advocacia;

Um foi para o Supremo Tribunal e sobraram quatro.

Quatro meninos negros foram para o mar;

Um caiu no anzol e sobraram três.

Três meninos negros andavam pelo jardim zoológico;

Um levou um chi-coração de um urso enorme e sobraram dois.

Dois meninos negros sentaram-se ao sol;

Um deles ficou assado e sobrou um.

Um menino negro ficou completamente só;

Foi e enforcou-se e não sobrou nenhum.”

No centro da mesa de jantar estão 10 figuras em loiça, que representam 10 meninos negros, mas à medida que cada um dos hóspedes é brutalmente assassinado, as suas mortes vão sendo “celebradas” através do desaparecimento de uma de dez estátuas, as “dez figuras negras”. Restará alguém para um dia contar o que de facto se passou naquela ilha?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *